Implanon (Implante subcutâneo)


Os implantes são dispositivos plásticos colocados na subderme, com liberação contínua de progestagênios. No Brasil, o único implante aprovado é o IMPLANON®, que é um bastonete único, com cerca de 4 cm de comprimento por 2 mm de espessura, contendo 68 mg de etonogestrel, metabólito ativo do desogestrel. O efeito contraceptivo é conseguido principalmente por meio da inibição consistente da ovulação. Ao lado da inibição da ovulação, o implante também provoca alterações no muco cervical, que dificultam a passagem dos espermatozoides, além de alterações do endométrio, tornando-o menos adequado para a nidação. Por outro lado, depois da remoção, os níveis séricos se tornam indetectáveis antes de uma semana nas usuárias, com a maioria das mulheres demonstrando ovulação e podendo engravidar dentro de poucos dias após a remoção do implante.


As indicações do implante recaem sobre a preferência das mulheres, nas comorbidades em que não se pode utilizar métodos com estrogênios.


Inserido no antebraço, com durção de 3 anos.